Posts Tagged ‘Fudge

22
jun
10

Fudge RPG: o básico do sistema

Há alguns dias eu falei sobre como eu descobri o Fudge. Agora vou falar um pouco sobre o sistema e as regras básicas dele.

Definições básicas

O Fudge não é um sistema fechado. Ele é um conjunto de regras que pode ser adotada em todo ou em parte pelo GM (Game Master, o mestre do jogo), de acordo com o seu jogo, cenário e jogadores. É um sistema mais trabalhoso para o GM, pois ele precisa escolher que regras serão usadas e ter cuidado para manter o equilíbrio entre elas. Ao mesmo tempo, ele tem a liberdade de usar itens das regras em alguns personagens e ignorar a existência desses itens em outros personagens, dando agilidade ao jogo.

Medidas das características

Todo sistema mede os níveis das características dos personagens. Alguns sistemas medem em pontos, outros medem com números simples e outros medem com porcentagem. O Fudge mede com palavras, que podem ser traduzidas em números. São 7 os níveis básicos de medida:

  • Soberbo;
  • Ótimo;
  • Bom;
  • Mediano;
  • Medíocre;
  • Ruim;
  • Péssimo;

Para traduzir estes níveis em números, usa-se a medida de -3 para Péssimo e +3 para Soberbo, com os outros níveis sendo os outros números entre -3 e +3.

Características dos personagens

Os personagens tem os seguintes conjuntos de características:

  • Atributo: qualquer característica que qualquer um no mundo de jogo tem, em um nível ou outro. Em uma escala de Péssimo – Mediano  – Soberbo, o humano típico possuirá atributos em Mediano.
  • Perícia: uma característica que não é um atributo, mas que pode ser melhorada por meio de prática. O padrão para uma perícia não listada é normalmente Ruim, embora ele possa variar um pouco para cima ou para baixo.
  • Benção: qualquer característica que não é um atributo ou perícia, mas que é alguma coisa positiva para o personagem. Alguns GM irão definir uma certa característica como uma Benção, enquanto outros a definirão como um Atributo. Em geral, se a característica não fecha facilmente na escala Péssimo – Mediano – Soberbo, ela provavelmente é uma Benção.
  • Falha: qualquer característica que limita as ações do personagem, ou garante a ele uma má reação do personagem com as outras pessoas.

Veja que o sistema não define quais são os atributos, nem uma lista de perícias e bênçãos. Ele fornece exemplos de atributos no capítulo específico, os quais o GM pode adotar ou não.

Veja no próximo capítulo como são feitas as rolagens de dados no Fudge, continue acompanhando a tag: Fudge.

Anúncios
02
maio
10

Fudge: Sistema Genérico de RPG

Sempre que vou começar um novo jogo de RPG como mestre, esbarro em uma dificuldade de escolher o sistema. É sempre difícil encontrar um sistema de regras independente de algum cenário de jogo. E o mais importante: que seja simples de jogar mas que tenha um mínimo de realismo.

Quando seleciono o sistema, elimino logo D&D e Storyteller/Storytelling. Primeiro porque não conheço o suficiente nem para jogar sem ficar embasbacado, segundo porque são sistemas fortemente ligados a cenários. Meus cenários geralmente são criações próprias, é muito desgastante ficar o tempo todo explicando aos jogadores que eles não estão jogando no Mundo das Trevas, mas no meu mundo.

Logo a seleção cai sobre os sistemas Daemon, Gurps ou 3D&T. São sistemas mais independentes de cenários (Daemon nem tanto). Mas logo elimino o Gurps porque nunca joguei, logo não conheço; o Daemon pela complexidade e o 3D&T pela simplicidade. O sistema ideal de RPG para mim é um meio-termo entre o Daemon e o 3D&T.

Eu até cheguei a criar o meu próprio sistema. Ele media algumas coisas em porcentagem, mas usava uma medida comum para vários campos da ficha (Atributos, Perícias, Vantagens e Desvantagens, etc), mas era difícil manter o equilíbrio entre os jogadores.

Depois de várias tentativas e pesquisas, encontrei o Fudge RPG (veja aqui as regras do Fudge em português). É um sistema personalizável, o mestre vai adicionando apenas as regras que o interessam. Com ele consegui criar um sistema simples e funcional, adaptado para um cenário de terror contemporâneo (baseado no seriado Supernatural). Sim, fiz o meu sistema focado no cenário em que eu queria jogar, porque a proposta do Fudge é exatamente esta. Sem mencionar que ele é gratuito e permite que sejam publicadas cópias ou variações do sistema (para cobrar por uma publicação, é necessário obter uma permissão do autor original, mais detalhes na nota de licenciamento).

Por enquanto, fico por aqui, mas acompanhem a tag Fudge para ver como eu desenvolvi o meu sistema e para saber um pouco como estão sendo os jogos.