10
fev
11

Cuidados com o PS3

Os consoles da geração atual, ganharam a reputação, acima de qualquer outra, de frágeis e de, inevitavelmente, quebrarem. Obviamente todo eletrônico apresenta uma porcentagem de aparelhos fabricados com falhas e possuem uma vida útil média, e os consoles não poderiam fugir a esta regra. Porém, casos como o do XBOMBA (XBOX 360), que, reza lenda, ter tido séries com mais de 50% das unidades apresentando defeitos de superaquecimento, jogaram a reputação da geração atual, e principalmente do console da Microsoft, no buraco. O único que se mantém incólume a esta fama é o Wii, que esquenta muito pouco e está livre dos problemas relacionados à superaquecimento, que marcam esta geração.

Consoles que duravam mais de 15 anos de uso sem apresentar problemas ( sim, isso existiu ) parecem cada vez mais distantes e irreais.

Basicamente atribui-se a fragilidade dos consoles atuais ao banimento da utilização de chumbo nas soldas na Europa, que obviamente se espalha para o resto do mundo. Isso faz com que o ponto de fusão das soldas caia vertiginosamente, e em países como Brasil, que apresenta clima tropical, essas soldas literalmente derretam com as temperaturas que os consoles alcançam. Serviços de substituição de todas as soldas do console por soldas com chumbo chegaram a ser oferecidos, mas não se popularizaram, principalmente devido ao preço.

Agora, você comprou seu PS3, pela bagatela de R$2.000,00 em uma loja especializada, ou por uns R$1.000,00 no camelô perto de você, e está morrendo de medo que ele apresente a luz amarela da morte e descanse em paz.

Então, vamos à algumas dicas para preservar seu querido console. As dicas são aplicáveis ao PS3 e ao XBOMBA, genéricas e óbvias, mas que nem todo mundo segue.

  1. Compre com garantia e a preserve: economizar alguns reais na compra do PS3 pode parecer vantajoso à princípio, mas esteja ciente que o console vai apresentar defeito em algum momento. Avalie bem o custo benefício dessa sua economia inicial. O PS3, principalmente o slim, é bem mais resistente que os modelos anteriores, mas também pode apresentar defeitos. Destravar o mesmo ou comprar sem garantia é uma troca: você está trocando a garantia do seu PS3 pela economia dos jogos. Se o console não der problema, você sai no lucro, senão, paciência;
  2. Garantia estendida: se você seguir a dica anterior, provavelmente terá acesso ao serviço de garantia estendida. É um serviço extremamente válido e aconselhável. Gastar uns R$150,00 a mais por uns 2 anos de tranqüilidade é muito válido, e no caso de um aparelho caro e frágil como o PS3, é extremamente aconselhável. Se possível o faça, pois é um investimento;
  3. Estabilizador adequado: até aqui você já gastou com seu PS3, e com a garantia estendida. Mas alguns gastos ainda são necessários para manter seu PS3 à salvo. O principal é um estabilizador adequado. A potência do PS3 ( slim ), como descrito no seu manual, é de 350w ( é… alto pra bagalho ), e é aconselhável usar um estabilizador para este. Basta ser um estabilizador, pois o PS3 não exige aterramento, mas algumas TVs exigem, então analise o tipo de aparelho que você vai comprar caso queira ligar tudo nele. Mas é óbvio que o estabilizador deve suportar a potência exigida. É mais que comum ver pessoas usando o um estabilizador de 300w, com um PS3 ligado, uma TV e mais alguma coisa, o que prenuncia o caos. Faça uma soma simples do que você está ligando no estabilizador e acrescente uma margem de segurança. Só para o PS3, utilize um estabilizador de 500w. Se quer ligar tudo em um estabilizador apenas, opte por um estabilizador de 1kva, que vai lhe custar uns 200 reais… é, ter um PS3 é bem caro…sem contar a TV que você comprou pra usar ele, mas isso fica pra outro post;
  4. Ventilador externo: para perceber que o PS3 esquenta não precisa ser nenhum gênio. Utilizar um ventilador externo voltado diretamente e constantemente ao PS3 é uma boa prática, e mais um gasto com seu PS3. Para ser mais coerente neste prática, quando ligar o PS3, ligue também o ventilador, e quando desligar o PS3, deixe ligado o ventilador por mais alguns minutos, para que o PS3 esfrie, e aproveite para ouvir o PS3 estralando, o que é totalmente normal. O console estrala quando está ligado, com a dilatação do plástico pelo aquecimento, e quando desligado com a volta do plástico ao normal com a queda da temperatura, então não se desespere com estes estralos;
  5. Não ligue nada estranho ao seu console: ligar coolers, e outros dispositivos externos ao PS3 devem ser evitados, pois só aumentam o consumo de energia do mesmo, e conseqüentemente a sua temperatura. Caso queira ligar um ventilador externo, como aconselhado anteriormente, ou um cooler, use fonte externa de alimentação, e não alguma usb do PS3. A usb do PS3 é só para os controles mesmo.

São todas dicas simples, mas que podem aumentar consideravelmente a vida útil do seu PS3 e diminuir exponencialmente as possibilidades de dor de cabeça com seu brinquedo :D.

Abraço a todos e até a próxima.

Anúncios

1 Response to “Cuidados com o PS3”


  1. 1 z3l4d0r
    18/07/2011 às 18:30

    Sua informação sobre o consumo de energia do PS3 Slim está equivocada. Hoje, o console alcança picos de consumo de ~100W (leia uma matéria antiga sobre o assunto aqui: http://news.cnet.com/8301-17938_105-10318727-1.html). Mesmo o PS3 antigo não consumia mais de 300W, embora sua fonte de alimentação fosse de 340W (informação aqui: http://en.wikipedia.org/wiki/PlayStation_3_hardware#Form_and_power_consumption).

    Logo, dependendo da TV, você pode ter um conjunto que consome apenas 200W nominalmente (talvez até menos, na realidade), tornando viável o uso de estabilizadores pequenos.

    Vale lembra que mesmo TV’s realmente grandes, hoje, consomem pouca energia, graças ao uso de LEDs.

    Minha recomendação: ler atentamente ao manual, determinar a potência requerida pelo conjunto em seu máximo de carga e comprar um estabilizador que deixe 30% de margem de folga.

    Outra coisa fundamental que deveria ser mencionado em seu post é o aterramento… Estabilizadores não fazem milagres…

    Saindo um pouco do tópico, mas não do assunto, lembro quando, há alguns anos, fui comprar um estabilizador para ligar meu PS2 Slim e um vendedor insistia que o pobre console consumia mais de 300W. Tive de esclarecer que se tratava de um eletrônico, não de um ferro de passar roupas…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: